quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

2010 : CEPE homenageia pintura e fotografia de Lula Cardoso Ayres (2)



"Em 1936, fui morar no interior de Pernambuco, na usina do meu pai, ele tentando me interessar, mas a primeira coisa que pedi foi um "ateliezinho" lá num canto... Tive então o meu primeiro grande impacto, que foi a convivência com os trabalhadores do campo. Comecei a observar a variedade de fisionomias, de tipos, de gestos, porque tinha gente de todo Pernambuco, desde o sertão até o litoral. A variedade de tipos é muito grande, do sertanejo ao praieiro, a gente examinando vai ver que a variedade de tipos anatômicos é fantástica. Então passei a fazer uma série de estudos, ainda dominado pelas receitas acadêmicas. Estudos de tipos, de cabeças, durante uns dois anos. Logo depois comecei a interpretar e desenhar de cor aquelas fisionomias que me tinham impressionado e que eu tinha desenhado com realismo visual."


LULA CARDOS AYRES


_____________________________________________________

(Da Agenda CEPE 2010, publicada pela Companhia Editora
de Pernambuco - CEPE, em homenagem ao Centenário de Nascimento
do artista plástico pernambucano Lula Cardoso Ayres)

Nenhum comentário: