domingo, 28 de fevereiro de 2010

O BRASILÊS, NOSSA LÍNGUA BRASILEIRA

Falo e escrevo o brasilês. Língua brasileira. Não há português brasileiro, como dicionariza a Internet. Existe o português. Existe o brasileiro. Tão distintos como Portugal na Europa e Brasil na América.

Em Portugal, falam e escrevem o português. Lá não há português brasileiro, com certeza. No Brasil, o português se misturou com o índio e com o negro e a unidade dos três é o brasilês. E ainda cabe mais gente nesse caldeirão.

A fala e a escrita brasileira são unicamente do Brasil. Temos muito mais palavras do que em Portugal. Um dicionário da língua brasileira, onde existem os vocábulos portugueses, indígenas e africanos, é infinitamente mais rico do que um dicionário da língua portuguesa.

Portugal tem os seus camões, camilos, eças, florbelas, fernandos pessoas, sás-carneiros, josés régios, torgas, ramos rosas, sophias, natálias, manueis alegres, cardosos pires, caldas auletes, prados coelhos, lourdes hortas, saramagos, necessitando de tradução no Brasil, onde existem os nossos machados, castros alves, monteiros lobatos, augustos dos anjos, bandeiras, andrades, cecílias, jorges amados, drummonds, cabrais de mellos netos, thiagos, gullares, catulos, zés da luz, guimarães rosas, coralinas, buarques de hollandas, darcys ribeiros, ascensos, hermilos, todos traduzíveis em Portugal.

Somos luso-americanos ? Eles são brasílico-europeus ? Somos eles e eles são a gente ?

O que interessa é que misturamos miscigenamos tudo. Novo mundo. Nova raça. Novo homem. Eldorados. Atlânticos.

O mar nos une mas eles estão do outro lado das águas. Temos tudo na nossa terra e não fomos descobertos. Eles nos acharam.

O português é fado. O brasilês é foda.

Portugal é só um país. O Brasil é um continente.


Juareiz Correya

Nenhum comentário: