quarta-feira, 3 de março de 2010

PIVA URGENTE : SÃO PAULO PRECISA PARAR (1)

Roberto Piva, um dos maiores poetas brasileiros, está internado na enfermaria do Hospital das Clínicas, em estado precaríssimo. Piva tem 73 anos e sofre de mal de Parkinson. Segundo o poeta Celso de Alencar, que o visitou ontem, ele está num verdadeiro inferno dantesco.
Nos últimos anos, Piva teve suas obras completas reunidas pela Editora Globo em três volumes: UM ESTRANGEIRO NA LEGIÃO, MALA NA MÃO @ ASAS PRETAS e ESTRANHOS SINAIS DE SATURNO. Sua poesia voltou a circular como um furacão, mas o poeta continuou vivendo em situação precária. É comum os amigos se cotizarem para comprar os remédios que ele precisa para manter os efeitos do mal dle Parkinson num nível razoável.
Artistas não vivem de elogios.
É preciso tirá-lo do HC e transferi-lo para um quarto. Urgente. Isso é o mínimo nesse momento.
Ou as palavras do próprio poeta vão se confirmar como uma nefasta profecia ?


"O objetivo de toda Poesia & de toda Obra de Arte foi sempre uma mensagem de Libertação Total dos Seres Humanos escravizados pelo masoquismo Moral dos Preconceitos, dos Tabus, das Leis a serviço de uma classe dominante cuja obediência leva-nos preguiçosamente a conceber a sociedade como uma Máquina que decide quem é normal & quem é anormal"


"criminosos fardados & civis têm o poder absoluto para decidir quem é útil & quem é inútil "


"Enquanto isso, os representantes da poesia oficial & os engomados homens de negócios trocam entre si, numa reciprocidade suspeita, discursos e homenagens estourando de vaidade diante do aplauso de seus concidadãos. O que eu & meus amigos pretendemos é o divórcio absoluto da nova geação dos valores destes neomedievalistas"


___________________________________________

(Transcrito de ESPELUNCA - BLOG DE ADEMIR ASSUNÇÃO /
postagem de 22 de janeiro de 2010)


Nenhum comentário: