quinta-feira, 24 de março de 2011

CORAÇÃO PORTÁTIL : novos poemetos de Juareiz Correya

É SEMPRE TEMPO


nenhuma parte do dia
é tarde.
nem mesmo a tarde
que é a noite
quando principia.


.....................


APENAS HUMANO

eu abro caminhos
pelos teus desertos
construo pontes
sobre os teus abismos
e rasgo horizontes
além dos teus muros



.....................


IDENTIDADE URBANA


eu não vivo nas cidades.
as cidades me habitam.




_____________________________
Do livro CORAÇÃO PORTÁTIL,
a ser lançado em edição virtual
pela PUBOOTECA,LDA
- Região Autônoma de Madeira-Portugal

Nenhum comentário: