terça-feira, 1 de março de 2011

MARIAMA

A primeira vez
que ouvi o teu nome
havia um pátio o Carmo
o centro do Recife reinventado
um palco meninos cantores bispos missa
a voz luminosa de Milton Nascimento
cantando a tua música
o teu nome poema de Casaldáliga e Pedro Tierra
e a invocação sagrada de Dom Helder
te chamando de Mãe de Deus e de todos os homens !


A primeira vez
que ouvi o teu nome
não me acompanhava a tua mãe
(uma outra mulher me seguia
e era como se fosse minha companheira).
Mas em um dia feliz eu encontrei
a tua mãe, que se fez a minha companheira,
e juntos identificamos
o teu nome já revelado
a nossa imagem e semelhança
nascida para além do Recife e Olinda,
doce e completa pernambucanidade
que o teu nome revela e traduz
terrena e nordestina
como o canto libertário
do Quilombo dos Palmares !

Nenhum comentário: