sábado, 16 de julho de 2011

POESIA - PRA VIVER A VIDA ! (Odete Vasconcelos)





REJEIÇÃO



Cansa
Edificar sonhos como casas simples
E fazer delas moradas de anjos decaídos.
Cansa
Criar flores incolores em jardins mágicos.
Pintar azuis distantes em telas rotas
Amar o não amável é duro ofício.


Só loucos e poetas
Se dedicam a comer suas próprias carnes.



............................



PRESSENTIMENTO


Incensos, búfalos e meninos
Venham banhar minhas madrugadas mortas
Auroras, brisas e sandálias
Tragam esperanças aos meus dedos.
Lábios de labareda terna
Acalmem meus olhos com uma paz azul.
Das secas torneiras correm sumos doces
Que os trapos coloridos, cortina do amanhã
Vistam minhas varandas despidas.
E as salas sonolentas acordem com o barulho do amor
Que as cadeiras vazias voltem a modelar a carne
E o pássaro de fogo ressuscite logo
Com o ruído dos séculos revividos
Que anuncia a solidão assassinada hoje.



(REVISTA POESIA - Número 1, Abril, 1980
- Nordestal Editora, Recife, PE)



________________________________
ODETE VASCONCELOS - Nasceu em Barreiros,PE.
Publicou diversos poemas no "Jornal do Commercio"
e "Diário de Pernambuco". Participou da Exposição
de Artes do Chantecler, realizada no Recife em 1974.
Publicou o livro NOITE ACOSSADA (Edições Pirata,
Recife, PE, 1979) de onde foram extraídos
estes poemas.

Nenhum comentário: