quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

CEPE anuncia vencedores do "II Concurso de Literatura Infantil e Juvenil" : Mariângela Haddad, Adriana Victor, Aline Maria Freitas Bussons, Pedro Henrique Barros Portela, João Paulo Vaz, Viviane Veiga




     Mariângela Haddad  é bastante conhecida como ilustradora,  tendo recebido diversas menções "Altamente Recomendável" da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (RJ) e o Prêmio de Incentivo do NOMA, Japão, em 1996.  Começou a escrever em 2009, quando ganhou o concurso 5o. Prêmio Barco a Vapor, da Fundação SM, São Paulo, com o livro O SUMIÇO DE PANTUFA.  O livro O MAR DE FIOTE, que venceu o concurso da CEPE na categoria Infantil, fala da descoberta de um mar inusitado e o início de uma amizade improvável, tendo como cenário uma cidade do interior.  "Cheguei a imaginar o estranhamento que esse mar mineiro causaria num concurso de literatura promovido à beira-mar... Concursos são assim, indispensáveis, importantes, bem-vindos e causadores de frios na barriga", disse ela. 

     Foi a primeira vez que Pedro Henrique Barros Portela, vencedor da categoria Juvenil, participou de um concurso literário.  O texto foi escrito no final de 2010, "mais pelo exercício da escrita e pelo prazer imediatista dela."  A inspiração veio de sua admiração por gatos e pelo jazz, estilo musical que mais aprecia.  A inscrição no concurso teve também o objetivo de ajudar a superar o medo da crítica.  Ele confessa que ficou atônito com a notícia sobre o prêmio.  "Nunca tinha ganho nada dessa forma antes, então não sabia como se reage a uma notícia dessas."



CONCURSO SE CONSOLIDA

     A repercussão do "I Concurso CEPE de Literatura Infantil e Juvenil" , realizado em 2010, e a qualidade editorial e gráfica dos livros que foram lançados em 2011, deixaram os vencedores do II Concurso com uma grande expectativa.  Aline Bulhões, professora de língua portuguesa da Universidade Regional do Cariri, no Ceará, que tem dois livros infantis publicados - UMA BALEIA MUITO ESPERTA e RAULZITO, O JACARÉ - diz que tenta "trabalhar com as temáticas da liberdade individual, do direito de sonhar e de estar na contramão das imposições da coletividade. Quando escrevi a história do hipopótamo Everardo, procurei trazer essas ideias pro texto.  Essa premiação é muito importante, pois dará visibilidade ao meu trabalho.  Uma ótima oportunidade de publicação e de divulgação de livros.  Além disso, sinto uma grande satisfação em saber que  minha obra será divulgada por uma editora de Pernambuco e lida pelas crianças pernambucanas !"

     João Paulo Vaz diz que "os concursos literários têm sido fundamentais" na sua carreira de escritor.  Ele tem quatro livros publicados, dois deles através de concursos.  As brincadeiras de princesas e aventuras das netas Janaína e Beatriz, de oito anos, foram a inspiração para escrever A VALENTE PRINCESA VALÉRIA, que foge da narrativa tradicional ao colocar a princesa como salvadora do príncipe e depois os dois, para ganhar a liberdade, enfrentam juntos uma série de obstáculos.  

   MARIA DAS VONTADES é o primeiro livro infantil da pernambucana Adriana Victor.  Ex-repórter da Rede Globo Nordeste, ela tem reportagens publicadas em diversos jornais e revistas do país; é coautora de ARIANO SUASSUNA : UM PERFIL BIOGRÁFICO, publicado pela Editora Zahar, e autora dos textos de ENCOURADOS - INVENTÁRIO FOTOGRÁFICO, INVESTIGAÇÃO SONORA E REGISTROS ESCRITOS SOBRE O VAQUEIRO E A LIDA COM O GADO.  Em outubro de 2011 lançou BONECOS NA LADEIRA, livro sobre os gigantes do Carnaval de Olinda.  

     Viviane Veiga, de São Paulo, disse que ter um livro escolhido em um concurso nacional, como o da CEPE, "é uma alegria imensa para qualquer escritor."  Vencedora em dois concursos de poesia, esta é a sua estreia em prosa e a primeira experiência voltada para o leitor juvenil.  "Eu espero que o leitor se aproprie do texto e da poesia escondida nas páginas do DECIFRADOR DE POEMAS.  Viviane tem publicada a obra MARELIQUES DA PRAIA-LOUCA, com ilustrações de Walter Moreira Santos (Editora Bicho Que Lê, PE), que venceu o Concurso PROAC de Publicação de Livros no Estado de São Paulo, da Secretaria de Estado da Cultura.  O MEC vai publicar sua obra PÉ DE ALGUMA COISA PEDE OUTRA, que venceu o II Concurso Literatura para Todos, realizado pelo Ministério da Educação.  Em 2012, deverá ser publicado também o CORDEL DE TERESINHA, vencedor do Prêmio Mais Cultura de Literatura de Cordel - Edição Patativa do Assaré, Ministério da Cultura.     (Texto de Mariza Pontes)

    

Nenhum comentário: