segunda-feira, 26 de agosto de 2013

UM FIM DOS LIVROS, texto de Seth Godin





     "Livros, aqueles documentos de papel amarrados, fazem parte de um ecossistema, um ecossistema que era perfeito, e que está morrendo. E está morrendo rápido. Ideias e palavras não vão desaparecer no futuro próximo. Mas, com a morte do ecossistema, não só os ecossistemas corporativos ao redor do livro de papel vão desaparecer, mas também muitos dos elementos mais apreciados do consumo de livros.

     A LIVRARIA, como conhecemos, está condenada porque muitos desses estabelecimentos vão passar da condição de ganhar um pouco dinheiro dia, para a de perder um pouco diariamente.  E é difícil sustentar perdas diárias por muito tempo, especialmente quando não se está bem capitalizado, quando não é possível usar estratégias de loss leader na loja e quando não se vê uma luz no fim do túnel.

     A morte da livraria é consequência da migração para e-books (não é necessário que todos os livros passem para o formato eletrônico; só o suficiente para favorecer as mudanças) e também do fato de que a compra e a seleção de livros on-line é uma alternativa superior.  Se a função de uma livraria é realmente oferecer todos os livros e vendê-los de forma rápida e barata, então a livraria fracassou.

     A BIBLIOTECA está mal das pernas, em parte porque muitas bibliotecas sucumbiram e viraram uma alternativa gratuita à Netflix ou à falida Blockbuster. Com cada vez menos pessoas mergulhando no mar dos livros impressos, as bibliotecas não terão escolha a não ser parar de encher este mar com itens caros  usados por poucos.  

     A EDITORA TRADICIONAL está culturalmente conectada às livrarias.  São elas as clientes das editoras, não você, leitor (você já tentou ligar para um serviço de atendimento ao consumidor de uma editora ?)  Com o desaparecimento da livraria, e como a natureza aberta das plataformas de e-books recompensa indivíduos e entidades menores com grande mobilidade, muita gente nas editoras tradicionais vai perceber que suas habilidades particulares não são mais valorizadas do jeito como costumavam ser.

     TAREFA ÚNICA é um anacronismo.  Assim que os e-books passaram do Kindle para o iPad, a mágica de ler foi ameaçada pela oportunidade ("só um minutinho") para dar uma olhada no e-mail, jogar "Words with Friends" ou ver uma mensagem de texto que entrou."  (Tradução de MARCELO BARBÃO)

(Transcrito do site PUBLISHNEWS - http://www.publishnews.com.br)



__________________________________________________
SETH GODIN  - É especialista em marketing e autor 
dos livros QUEBRE AS REGRAS E REINVENTE, 
VOCÊ É INDISPENSÁVEL ? e O MELHOR DO MUNDO, 
entre outros. Texto originalmente publicado no blog 
http://sethgodin.typepad.com 







Nenhum comentário: