segunda-feira, 16 de setembro de 2013

UM FIM DOS LIVROS, texto de Seth Godin (2)





     "Ler por prazer é uma atividade basicamente extinta depois de quatro gerações de filosofias de ensino não muito boas. Ao tratar um livro como lição de casa e como punição, criamos pessoas que não gostam de ler. Mais de uma vez ouvi de amigos : "Você vai ficar contente de saber disso, até terminei de ler seu livro." Aposto que ninguém fala isso para o Laurence Fishburne sobre seu novo filme.  Não há um problema de pirataria de e-books porque a maioria das pessoas não acha que vale a pena roubar livros.

     A adorada prateleira (ou parede) de livros é menos aprovada e respeitada do que antes.  É bem menos provável que julguemos alguém pela posse e conhecimento de livros hoje do que em qualquer momento dos últimos quinhentos anos.  No passado, esta prateleira criou justaposições, possibilidades e provocações quando você precisava.  Há dez gerações, só os ricos e os educados tinham livros.  Hoje, eles estão de graça em mesas de reciclagem.

     A resposta pavloviana vai desaparecer.  Você vai a uma livraria, uma estufa quieta, civilizada e respeitada de ideias.  Uma pessoa o conecta, usando as mãos, com um livro, embrulha, cobra uma quantia surpreendentemente baixa de dinheiro e você vai para casa, pronto para se enroscar por cinco, seis ou trinta horas, para se submergir em um novo mundo ou em um novo conjunto de ideias.  E depois vai pegar aquele volume, que foi criado para durar um século sem nenhuma tecnologia, vai emprestá-lo a um amigo ou colocá-lo no lugar certo na sua estante.  Seu cérebro foi programado para estar aberto a estas ideias, a mostrar respeito pelo volume em si por causa de todos os elementos do ecossistema, do autor que demorou um ano para escrever ao editor que cuidou do livro, do diagramador ao gráfico e ao livreiro... E todos eles se alinharam perfeitamente para criar esse método de consumo.

     Nenhuma dessas mudanças, sozinha, é suficiente para destruir o respeitável formato de distribuição de informações e o marco cultural que é o livro.  Mas e todas elas juntas ?  Estou escrevendo este texto em um trem cheio de pessoas estudadas, de classe média alta, de todos os gêneros e etnias (ou seja, compradores de livros até recentemente).  Consigo ver umas 40 pessoas e 34 delas estão usando aparelhos eletrônicos, duas estão dormindo e apenas uma está lendo um livro tradicional."   (Tradução de MARCELO BARBÃO)

Transcrito do site PUBLISHNEWS - http://www.publishnews.com.br 


_______________________________________
SETH GODIN -  É especialista em marketing
e autor dos livros QUEBRE AS REGRAS E 
REINVENTE, VOCÊ É INDISPENSÁVEL ?
e O MELHOR DO MUNDO, entre outros. 
Texto originalmente publicado no blog 
- http://sethgodin.typepead.com 


Nenhum comentário: