quinta-feira, 20 de novembro de 2014

"POETAS DOS PALMARES" NA INTERNET : PALESTRA NO TEATRO CINEMA APOLO (3)





PALMARES - 2014 
(Orla Poetas dos Palmares - 
Foto de Jaudiano Santos que ilustrará 
a capa do ebook  POETAS DOS PALMARES) 


          A edição eletrônica da antologia POETAS DOS PALMARES, também revista e aumentada, com a participação de mais de 40 novos poetas, que compõem a quarta parte do volume (Palmares 2000 / 2014), projetará, de forma inédita, este importante conjunto de nomes representativos da "Terra dos Poetas" na Internet, o que significa um avanço promocional indimensionável para os nossos poetas, a nossa poesia e para Palmares.     

           Na próxima postagem apresentaremos os nomes de todos os poetas que serão incluídos na antologia, relacionados nas quatro partes - do ano 1900 a 1970, de 1970 a 1986, de 1986 a 2000 e do ano 2000 a 2014 - que totalizam, nesta edição eletrônica, 114 anos de produção poética do município dos Palmares.  (Juareiz Correya) 

2 comentários:

Memória da Mata Sul disse...

Dizer que a iniciativa transcende todas as expectativas de que Palmares, em sua essência, mantém vivo o espírito poético que lhe deu fôlego faz séculos. O poeta e escritor Juareiz Correya é um obstinado e inspiração para todos nós, mesmo não mais residindo nas partes de cá. Sua sinergia e espiritualidade poética faz tempo, sempre esteve coligada a todos nós palmarenses, bem como ao projeto que encabeçou embrionariamente materializado na Fundação que traz com profundo orgulho o nome do maior de todos: o eterno Hermilo Borba Filho.

Memória da Mata Sul disse...

Dizer que a iniciativa transcende todas as expectativas de que Palmares, em sua essência, mantém vivo o espírito poético que lhe deu fôlego faz séculos. O poeta e escritor Juareiz Correya é um obstinado e inspiração para todos nós, mesmo não mais residindo nas partes de cá. Sua sinergia e espiritualidade poética faz tempo, sempre esteve coligada a todos nós palmarenses, bem como ao projeto que encabeçou embrionariamente materializado na Fundação que traz com profundo orgulho o nome do maior de todos: o eterno Hermilo Borba Filho.