quarta-feira, 21 de maio de 2008

PRIMEIRO CONGRESSO DE POETAS DEL MUNDO NO NORDESTE : "UM MAR DE POESIA E PAZ"

O Movimento Poetas del Mundo, que mantém na Internet um site com a presença de mais de 3.300 poetas da América, Europa, Mundo Árabe, Ásia, África e Oceania, realiza, em agosto deste ano, do dia 19 ao dia 24,em Natal (RN), o PRIMEIRO CONGRESSO DE POETAS DEL MUNDO. O poeta chileno Arias Manzo, idealizador e secretário geral do Movimento, em artigo publicado no site www.poetasdelmundo.com ressaltou que esse evento literário de dimensão internacional será realizado na "belíssima ciudad de Natal, Estdo do Rio Grande do Norte, Brasil, país do futuro, así como lo llamó Zweig, y aunque hace más de 65 años de esto, su vaticinio aún cobra vigencia, hoy más que nunca. Por eso, nada más significativo y simbolico que nuesto PRIMER CONGRESO DEL POETAS DEL MUNDO se lleve a cabo en este país, el país de Luiz Carlos Prestes, como yo suelo llamarlo. (...) será, como lo han vaticinado los organizadores : "UM MAR DE POESIA E PAZ".

Esse encontro será mesmo uma demonstração de força da palavra poética produzida em uma região que é considerada uma das mais trágicas e mais belas do Brasil. Mais de 130 poetas da região Nordeste já participam do Movimento Poetas del Mundo e é certo afirmar que existe um número ainda cinco ou seis vezes superior de poetas, de homens e mulheres que exercitam o fazer poético, hoje, nesta região, berço da civilização brasileira e, por isso mesmo, berço da sua cultura literária e artística. Região de um passado histórico literário memorável, sobretudo com a projeção consagrada dos seus filhos na produção poética do país, a exemplo de Gonçalves Dias (Maranhão), Auta de Souza (Rio Grande do Norte), Augusto dos Anjos (Paraíba), Manuel Bandeira, Ascenso Ferreira, João Cabral de Melo Neto (Pernambuco), Jorge de Lima (Alagoas), Castro Alves (Bahia), o Nordeste brasileiro é, por muitos, considerado, ontem e hoje, com justiça, a região que mais produz poesia no Brasil.

(Texto de Juareiz Correya)