terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

PARA UMA MULHER ATEMPORAL, de Juareiz Correya






Transformo tua agonia em alegria 
E o medo dos teus olhos
Se faz luz corajosa
Ninguem jamais acreditou em ti 
Mas eu não tenho nenhuma dúvida 
Sobre cada palavra 
Que o teu coração pronuncia 
Caminho ao teu lado 
Muito antes do nosso encontro 
E sei que vivi todos os meus anos 
Para melhor conhecer as descobertas 
Dos dias inaugurais do nosso tempo





(Ipsep, Recife,
26/fevereiro/2013)