quinta-feira, 19 de junho de 2008

CONGRESSO DO MOVIMENTO "POETAS DEL MUNDO" PODERÁ SER REALIZADO NO RECIFE EM 2009

Os organizadores do Primeiro Congresso do Movimento Poetas del Mundo (www.poetasdelmundo.com), idealizado e dirigido pelo poeta chileno Arias Manzo, podem chegar à conclusão de que será melhor mudar o local de sua realização e adiá-lo para o próximo ano. O Congresso, já denominado "Um mar de poesia e paz", seria realizado em Natal (RN), no último mês de maio, e foi adiado em tempo para o próximo mês de agosto. Motivo : os problemas considerados uma calamidade pública que a "Cidade do Sol" passou a vivenciar nos últimos meses.

"As coisas em Natal vão de mal a pior", comentam, os organizadores, por e-mails enviados aos membros do Movimento Poetas del Mundo no Brasil.

As notícias recentes anexadas aos e-mails não são nada animadoras. "Dengue atinge 162 cidades com total de 28.468 casos", é uma das manchetes da edição online do jornal TRIBUNA DO NORTE (Natal, 13/06/2008). "Os mais de 240 milímetros de água que caíram em Natal no domingo passado continuam deixando um rastro de devastação na cidade", informa a reportagem do TRIBUNA DO NORTE.

Por força disso, poetas que participam, no Brasil, do Movimento Poetas del Mundo, têm se corrrespondido, por e-mail, nos últimos dias, com sugestões sobre a mudança da data e do local de realização do Primeiro Congresso do Movimento Poetas del Mundo, que já congrega mais de 3.300 poetas da América, Europa, África, Mundo Árabe, Ásia e Oceania.

A poetisa Tereza Neumann Ferreira de Assis escreveu, no dia 13 de junho, para a poetisa Delasnieve Daspet, embaixadora para o Brasil do Movimento Poetas del Mundo : "Sou da opinião de que o Congresso do Poetas del Mundo mude para 2009 ou mude de Estado." No mesmo dia Delasnieve respondeu : "Estou pensando nisso, de verdade, Tereza. Mudar de Estado. Espero uma solução de Natal o quanto antes... Carro parado não ganha frete, não é ?" De Pernambuco, ainda no dia 13 de junho, o poeta Milvo Rossarola enviou este e-mail : "Concordo com a situação calamitosa de Natal e me solidarizo com meus colegas potiguares. Primeiramente a data deve ser modificada. Em segundo, mudar o local pois acredito que, infelizmente, Natal não tenha condições de receber o evento este ano. Como sugestão de novo local, indico a minha cidade, Recife, que, com o tempo hábil, poderá receber o Congresso." Imediatamente, o poeta Ademir Braz postou este e-mail : "Caros / as : Por que não em Belém do Pará, uma bela e exótica cidade ? Venham conhecer a Amazônia antes que acabe !..."

No dia seguinte, 14 de junho, escrevi para a embaixadora do Movimento : "Prezada Delasnieve Daspet : A sugestão do Milvo Rossarola, de transferência do Congresso para o Recife, é objetiva e boa. O Recife tem muita condição de realiza-lo. E, sobre a sugestão da Tereza Neumann, de realização no próximo ano, mais objetividade ainda. Moral da história : o Movimento Poetas del Mundo participa do FLIPORTO, neste ano de 2008, e reapresenta o projeto do Congresso para realização, no Recife, em 2009. E VIVA NATAL, A TERRA DO SOL !" (Juareiz Correya). No mesmo dia, Delasnieve Daspet respondeu : "Juareiz - é verdade. Se Natal não pode realizá-lo, pelo que diz Deth Haak ( poetisa potiguar que participa da organização do Congresso) então vejamos as alternativas. Pernambuco tem todo o perfil pelo trabalho que já realiza."

terça-feira, 17 de junho de 2008

"POESIA VIVA DA CIDADE" NO COMUNIQUE-SE

Escrevo no blog-se.com.br, do portal COMUNIQUE-SE, onde publico o blog POESIA VIVA DA CIDADE (www.jcorreya.blog-se.com.br), para a divulgação permanente de textos poéticos e de outros textos (contos, crônicas, confissões) sobre as cidades brasileiras, destacados de antologias, livros, revistas, jornais, sites e blogs. Também publicarei textos inéditos enviados por e-mails acompanhados de notas biobibliográficas. O espaço, como as cidades, está aberto.
Acessem o blog POESIA VIVA DA CIDADE e conheçam estes poemas/poetas já postados :
PASSAGEM NA POENTE (Juareiz Correya), RECIFE (Abel Menezes Filho), SONETO AO RECIFE (Alberto Lins Caldas), POEMA PARA NATAL EM FESTA (Dorian Gray Caldas), MARCO ZERO (Maria José Giglio), IDENTIFICADO RECIFE (Juareiz Correya), RECIFE (Adriana Perruci), A RUA DO RIO / PALMARES (Ascenso Ferreira), A PRESENÇA DOS ESTORVOS (José Terra), FAMILARIDADE (Fernando Monteiro), ST. LOUIS STREET (Alberto Beuttenmuller), BANDEIRIANA (Gilson Oliveira), CANTO A MINHA CIDADE (Luiz Alberto Machado), CANTO DE AMOR À PRAIA DO MEIO (Clotilde Tavares), VISÃO DE OLINDA E RECIFE (Liana Mesquita), SP e SOTAQUES (Izacyl Guimarães Ferreira).

(JUAREIZ CORREYA)