domingo, 14 de outubro de 2012

POESIA VIVA DO RECIFE : "CANTO QUASE PAISAGÍSTICO", de Lea Tereza Lopes





Essa cidade enlouquece
com seus fantasmas de cimento 
passeando a meia-noite 
sobre teu rosto belo.
 
 
Essa cidade entristece
com sua teimosa metropolimania
tiranizando objetos 
que por ela navegam
em tardes bordadas em cetim antigo
 
 
Essa cidade enfurece 
com seu ruído de pipocas 
estourando-se 
e suas máquinas trituradoras 
de amor 
e sua vampiresca sede  do sangue 
da poesia 
 
 
......................................................
 
 
(Da antologia POESIA VIVA DO RECIFE,
organizada por Juareiz Correya)
 
 
 
_______________________________________________________________
LEA TEREZA LOPES - Recifense. Poemas publicados em revistas e jornais 
alternativos brasileiros.  Poesia publicada : ROCAMBOLE, EROS E LEA.
Participa ativamente da vida cultural de Embu das Artes (SP), com recitais 
de poesia e trabalhos artesanais.